Sindicatos denunciam McDonald?s à OCDE por ?assédio sexual sistêmico?

Coalizão afirma que se trata da primeira denúncia de "assédio sexual sistêmico em uma multinacional" dentro dos princípios das diretrizes da OCDE

Uma coalizão internacional de sindicatos anunciou ter apresentado nesta segunda-feira uma denúncia ante a Organização para a Cooperação e o Desenvolvimento Econômico (OCDE) contra o grupo McDonald’s, que acusa de omissão na luta contra um “assédio sexual sistêmico” em suas lanchonetes em vários países.

A denúncia foi apresentada a um centro da OCDE na Holanda, que ficará a cargo da sua supervisão, segundo um comunicado. Estão citados na queixa dois bancos de investimentos, o holandês APG Asset Management e o norueguês Norges Bank, que controlam parte do capital da gigante mundial da fast-food, no total de cerca de 1,7 bilhão de dólares, segundo os sindicatos.

A coalizão afirma que se trata da primeira denúncia de “assédio sexual sistêmico em uma multinacional” dentro dos princípios das diretrizes da OCDE, que prevêem, especialmente, que as multinacionais e seus acionistas respeitem direitos trabalhistas como a proteção dos funcionários contra a violência sexual.

Entre os depoimentos reunidos pelos sindicatos, estão acusações que vão desde “comentários vulgares até agressões físicas” sofridas por funcionários em Brasil, Austrália, Chile, Colômbia, França, Reino Unido e Estados Unidos.

“A violência de gênero e o assédio fazem parte da cultura do McDonald’s”, estimaram, citando “toques, beijos forçados e outras formas de contato físico não desejado, que são uma forma de agressão sexual que viola a integridade física das vítimas”.

“Os funcionários do McDonald’s alertaram há anos para o assédio sexual e a violência de gênero, mas a empresa, que possui desde a sua cúpula uma cultura apodrecida, não tomou medidas”, assinalou a secretária-geral do Sindicato Internacional de Trabalhadores da Alimentação, Sue Longley.

A denúncia está sendo estudada pelo governo holandês, que decidirá em três meses se dará início a um processo de mediação com a empresa. Segundo a queixa, o grupo McDonald’s, com sede nos Estados Unidos, delimita equivocadamente sua responsabilidade pelas condições de trabalho de seus funcionários, alegando que 90% de suas lanchonetes operam sob o regime de franquias.

A apresentação da denúncia na Holanda deveu-se, segundo os sindicatos, ao fato de aquele país ser o “centro nervoso” do McDonald’s na Europa e sede do banco APG.

Fonte: Epoca

18/05/2020 19:39

[9]

 

 


 

Vício de fumar pode aumentar na quarentena; veja dicas para controlar

Dia Mundial Sem Tabaco é celebrado hoje. SUS disponibiliza grupos de apoio e tratamento gratuito para os dependentes do cigarro

São Paulo atende só a 2 de 6 critérios para reabrir

OMS recomenda que as cidades atendam a seis critérios para reabrir. Apesar disso, prefeitura anuncia que receberá propostas do setor privado

Loft já contratou 116 pessoas na quarentena e ainda tem 66 vagas abertas

Com home office e contratação remota, a startup segue seu planos de expansão e busca por novos funcionários

Ver todas as noticias

 

CARTAO PVC BRANCO COM CHIP DE CONTATO SLE4442
CARTAO PVC BRANCO COM CHIP DE CONTATO SLE4442
P/N: SLE4442 

por apenas: R$ 35,00

     
SMART CH RIBBON YMCKO COLORIDO - TAG VERDE [PRONTA ENTREGA - EM PROMOÇÃO]
SMART CH RIBBON YMCKO COLORIDO - TAG VERDE [PRONTA ENTREGA - EM PROMOÇÃO]
P/N: YMCKO-SMART 

por apenas: R$ 495,00

     
Ribbon Fargo DTC1000 Dual CMYKO-K
Ribbon Fargo DTC1000 Dual CMYKO-K
P/N: 045010  

por apenas: R$ 325,00

     
 


 

 

 

 

 

 



Núvem de TAGS: