STF torna réus presidente e 3 deputados do PP por organização criminosa

Essa foi a última sessão da 2ª Turma presidida por Lewandowski. Agora a presidência desse colegiado será de Cármen Lúcia

Brasília ? A 2ª Turma do Supremo Tribunal Federal (STF) decidiu nesta terça-feira (11) tornar réus importantes parlamentares do PP sob a acusação feita pelo Ministério Público Federal de terem montado uma organização criminosa com o objetivo de desviar recursos da Petrobras.

A maioria do colegiado aceitou a denúncia contra o presidente do PP, senador Ciro Nogueira (PI), o líder do partido na Câmara, Arthur Lira (AL), o líder da Maioria na Câmara, Aguinaldo Ribeiro (PB), e o deputado Dudu da Fonte (PE).

Os ministros seguiram o voto do relator do caso, Edson Fachin, que na semana passada já havia aceitado parcialmente a denúncia feita pela Procuradoria-Geral da República. Para Fachin, a acusação se baseou não somente em delações premiadas, mas há outros elementos de prova para sustentar a denúncia.

Votaram para aceitar a denúncia, além do relator, os ministros Celso de Mello e Cármen Lúcia. Manifestaram-se contra Gilmar Mendes e Ricardo Lewandowski.

Para Celso de Mello, a acusação não tem por objetivo incriminar a atividade política. “A denúncia atende os requisitos mínimos (para ser aceita)”, disse o decano da corte.

Mendes, um dos votos perdedores, foi um dos que mais protestou contra a denúncia. Ele disse que a denúncia caminha a “passos de bêbados” e só seria lastreada em delações premiadas.

Essa foi a última sessão da 2ª Turma presidida por Lewandowski. Agora a presidência desse colegiado será de Cármen Lúcia, que ficará responsável por fazer a pauta de processos a serem apreciados.

A defesa de Lira disse respeitar a decisão da turma, mas reiterou “que os fatos imputados ao deputado já foram analisados antes e arquivado pelo mesmo tribunal”, acrescentando que “a acusação é fundada na declaração de um delator que tem inimizade notória com o delatado, sem qualquer outro indício ou prova, o que será demonstrado durante a instrução”.

Não foi possível contatar os demais acusados.

Fonte: Epoca

12/06/2019 00:45

[5]

 

 


 

Carlos Bolsonaro deixa sessão antes de homenagem a Mourão na Câmara do Rio

O filho do presidente Jair Bolsonaro saiu da sessão que condecorou o vice-presidente minutos antes do início da homenagem

Aprovada Previdência na comissão, instalo reforma tributária, diz Maia

Presidente da Câmara dos Deputados afirmou que se as duas propostas tramitarem ao mesmo tempo, podem ser prejudicadas

Esta é a chave para sucesso na carreira, segundo escritor

Em entrevista, Alê Prates, autor de Não Negocie com a Preguiça, fala sobre mitos do mercado de trabalho e o segredo para o sucesso

Ver todas as noticias

 

RIBBON YMCKO-KO PARA IMPRESSORA SMART CH DUAL
RIBBON YMCKO-KO PARA IMPRESSORA SMART CH DUAL
P/N: 650719 

por apenas: R$ 645,00

     
Caneta de limpeza Datacard para impressoras térmicas
Caneta de limpeza Datacard para impressoras térmicas
P/N: 557492-001  

por apenas: R$ 36,90

     
CABEÇA DE IMPRESSÃO SMARTCH
CABEÇA DE IMPRESSÃO SMARTCH
P/N: PH-SMCH 

por apenas: R$ 3.960,00

     
 


 

 

 

 

 

 



Núvem de TAGS: