SP vai usar Pfizer em quem está com a 2ª dose de AstraZeneca atrasada

Secretaria de Estado da Saúde de São Paulo culpa Ministério da Saúde pelo apagão de vacinas que atinge principalmente a capital; pasta nega

O Governo de São Paulo anunciou, nesta sexta-feira, que as pessoas que estão com a 2ª dose de AstraZeneca atrasada poderão tomar a vacina da Pfizer a partir da próxima semana. O principal objetivo do Estado é garantir a imunização de quem deveria tomar a segunda dose entre os dias 1º e 15 de setembro. A opção por utilizar a Pfizer neste momento tem como objetivo amenizar a crise até que o Ministério da Saúde envie mais doses, segundo o governo estadual.

A combinação entre ambos os imunizantes aumenta o nível de anticorpos, como mostraram estudos realizados na Coreia do Sul e no Reino Unido. De acordo com o material sul-coreano, divulgado em julho deste ano,  a combinação da primeira dose da vacina contra covid-19 da AstraZeneca e segunda dose da Pfizer aumentou os níveis de anticorpos neutralizantes em seis vezes em comparação com duas doses da AstraZeneca.

Ao todo, o estudo contou com 499 voluntários - todos profissionais de saúde. Cerca de 100 pessoas receberam a combinação das vacinas, 200 receberam as duas doses da Pfizer e 199 foram imunizados com duas injeções da AstraZeneca.

A situação em São Paulo

A Secretaria de Estado da Saúde de São Paulo disse que o "não envio" por parte do Ministério descumpre uma "obrigação do órgão federal em disponibilizar vacinas necessárias à imunização complementar das pessoas que já tomaram a primeira dose da vacina".

"A medida emergencial do Governo de SP visa amenizar os transtornos causados pelo não envio das doses de Astrazeneca por parte do Ministério da Saúde e vale apenas para quem teve a segunda dose vencida nestes 15 dias. A expectativa da saúde estadual é que nos próximos dias o órgão federal possa mandar mais doses ao estado, regularizando a situação", diz a nota.

A coordenadora do Plano Estadual de Imunização (PEI), Regiane de Paula, disse por meio de nota que o governo remanejou estoques nesta sexta-feira e disponibilizou todas as doses da Pfizer existentes.

No final de semana, segundo a Secretaria, o governo de São Paulo deve entregar aos municípios mais 400 mil doses de Pfizer extras que chegaram nos últimos dias ao estado e serão remanejadas para a aplicação da segunda dose.

Mais cedo, em entrevista coletiva, o prefeito de São Paulo, Ricardo Nunes (MDB), afirmou que faltam 200 mil doses da AstraZeneca para a segunda dose dos moradores da capital. Na segunda-feira, serão 340 mil em atraso.

? É uma questão que estamos enfrentando, lembrando que não é nenhuma responsabilidade do município, mas sim a falta de fornecimento por parte do governo federal. Na data de hoje é o nosso problema ? afirmou Nunes.

Ministério nega atraso

O Ministério da Saúde afirmou que não deve segunda dose da vacina da AstraZeneca ao estado de São Paulo. Em nota, a pasta diz que o estado utilizou como primeira dose vacinas destinadas à dose dois.

Até o momento, segundo o órgão, foram entregues a São Paulo 12,4 milhões de dose 1 e 9,2 milhões de dose 2 da AstraZeneca. A pasta informou ainda que as 2,8 milhões de doses restantes não foram enviadas porque "o prazo de intervalo entre a primeira e segunda dose só se dará no final do mês.

"Dados inseridos por São Paulo no Localiza SUS mostram que o estado utilizou como primeira dose vacinas destinadas à dose dois. O estado aplicou 13,99 milhões de dose 1 e 6,67 milhões de dose 2. As alterações nas recomendações do Programa Nacional de Imunizações (PNI) acarretam na falta de doses para completar o esquema vacinal na população brasileira. Por isso, o Ministério da Saúde alerta, mais uma vez, para que estados, municípios e Distrito Federal sigam o Plano Nacional de Operacionalização (PNO)", diz a note.

Também faltou Pfizer

Mais cedo, a Pfizer também esteve em falta na capital paulista, mas a situação foi se normalizando no final do dia. Segundo o levantamento dO GLOBO, 38 postos estavam sem o imunizante por volta das 19h.

Em nota, a Secretaria Municipal da Saúde (SMS) informou que recebeu 255 mil doses da vacina da Pfizer na quinta-feira e outras 128.510 da CoronaVac.

? Estas vacinas estão sendo entregues em todas as regiões da cidade e as unidades estão sendo reabastecidas ? diz a pasta.

  • Quer saber tudo sobre o desenvolvimento e eficácia de vacinas contra a covid-19? Assine a EXAME e fique por dentro.

Fonte: Epoca

10/09/2021 23:44

[6]

 

 


 

Análise: queda de preço após recorde não muda cenário otimista do bitcoin

Entenda a performance do bitcoin sob a perspectiva da análise técnica após uma semana movimentada pela estreia do primeiro ETF de futuros de bitcoin nos EUA

Gestora brasileira paga em cripto para quem assistir propaganda da empresa

Hashdex anuncia parceria com navegador Brave e vai remunerar quem assistir vídeo publicitário da empresa que tem Pedro Bial como garoto-propaganda

Saída de Messi destaca estrelas ascendentes no clássico espanhol

Do lado do Barcelona, Ansu Fati é um dos poucos pontos positivos em uma temporada que começou com a perda arrasadora de Messi devido a uma crise financeira que ainda levou Antoine Griezmann a voltar ao Atlético de Madri

Ver todas as noticias

 

Impressora Datacard SP 55 Plus/ Gravador de CHIP de contato e tarja mag - OFERTA - SEMI-NOVO
Impressora Datacard SP 55 Plus/ Gravador de CHIP de contato e tarja mag - OFERTA - SEMI-NOVO
P/N: SP55+ 

por apenas: R$ 9.800,00

     
Roller Clips não personalizado (cento)
Roller Clips não personalizado (cento)
 

por apenas: R$ 245,00

     
Ribbon Color para SP30 Datacard
Ribbon Color para SP30 Datacard
P/N: 546314-701 

por apenas: R$ 496,00

     
 


 

 

 

 

 

 



Núvem de TAGS: